Panos de prato, panos de copa

 

Antes mesmo de ter o meu primeiro apartamento eu já tinha uma coleção de panos de prato (ou panos de copa, ou panos de cozinha como também são chamados). Muitos foram feitos pela minha avó Ana e por minha mãe.

Acho que nunca são demais porque com o tempo de uso se desgastam, perdem a função (quando morre um pano de prato surge um paninho de limpeza).

Tenho todos os tipos e versões,  comprados em supermercados, lojas de cama e mesa, em armarinhos, os confeccionados  artesanalmente, os temáticos.

Descobri que essa é uma das manias femininas  há  alguns anos num artigo  do blog no Uol, da jornalista Chris Campos   – partilhamos a mesma paixão.

Em alguns países os panos de prato são artigos de colecionadores, têm valor! Durante o ano acontecem várias feiras e exposições nos Estados Unidos.

Fazem  parte do enxoval  de cozinha da moça pobre, da rica , da executiva e da  descolada. De quem tem lava louças e de quem nunca lavou um copo.

 

atualização – Post originalmente publicado em setembro de 2010.

Comentários