Mitos da limpeza doméstica – mistura de sabão em pó e água sanitária serve para tudo

Muitas vezes empregamos métodos de limpeza por força de hábito – adotamos os das nossas mães, aprendemos com empregadas da casa, não lemos os rótulos dos produto –  e  por falta de tempo de descobrir novas tecnologias (sim, limpeza tem tecnologia –  os produtos mais eficientes, eletrodomésticos inteligentes e características dos novos materiais que revestem nossas casas).

Segue o primeiro de uma série de mitos que sempre desfaço  nos treinamentos de organização doméstica que realizo.

Mito #1 – Misturar água sanitária e sabão em pó é a melhor solução para a limpeza de qualquer ambiente.
                                                                                      Não!!

tirar-manchas-boxe1

Quando misturamos  sabão e água sanitária eles  se neutralizam e portanto o processo de limpeza fica menos eficiente.
Além de ser necessário empregar mais energia nos procedimentos de esfregar ainda é preciso utilizar um volume de água maior para remover os resíduos o que significa desperdício de produtos químicos e de um dos recursos naturais mais escassos atualmente.
Outro efeito negativo é a eventual liberação  de gás tóxico resultante da reação química que pode causar problemas respiratórios e mal estar em quem estiver realizando o processo de limpeza.(*)
O correto portanto é a utilização de produtos específicos para limpeza pesada de superfícies, os desengordurantes sem enxágue  e removedores de manchas e desinfetantes.

Anote:

Água sanitária: pode ser utilizada para limpar pisos laváveis e superfícies azulejadas porém nunca deve ser misturada com outro produto de limpeza.
Sabão em pó: deve ser utilizado na lavagem das roupas, conforme orientações e indicação dos fabricantes.

 

* Fonte toxicologista Daniel Rebouças, Centro de Informações Antiveneno (Ciave), da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia

Comentários